REGULAMENTO GT PRÓ e COPA GT

| TERÇA E QUARTA-FEIRA |
SÁBADO

REGULAMENTO TÉCNICO :

 T1. CHASSIS; Estão homologados todos os chassis utilizados pela UPAF e LPA. O comprimento do chassis é livre, desde que não exceda os limites da carroceria. Não serão permitidas mudanças na estrutura do chassis, apenas ajustes e regulagens.

Observação : Chassi Delta 1 somente o com a lingueta reta. Chassi B52 somente o com a terceira vareta central.

T2. RELAÇÃO COROA E PINHÃO (Válido para a categoria Falcon);  Relação Pitch 64, sendo a coroa do modelo tradicional (Proslot ou similar), reta, facilmente encontradas nos balcões das lojas. Será permitido o balanceamento, através de pequenos furos na coroa. Não será permitido retificar a coroa e colá-la no eixo. O eixo deverá ser maciço de 3/32 ”. O pinhão permitido será do modelo ARP Tradicional ou similar, sem nenhum tipo de retrabalho. Proibido rolamentos.

T3. BOLHA; As bolhas homologadas para os campeonatos serão informadas nas chamadas via Facebook e whatsapp e deverão seguir o critério de corte em amostra na loja (GT). O nome e número do piloto deverá estar escrito em lugar visível na bolha.

T4. PNEUS; O pneu homologado para todos os campeonatos (salvo exceção a ser divulgada) é o ALPHA Wonder. Somente poderão ser utilizados pneus comprados e lacrados pela GT. Os pneus, desde que, lacrados, poderão ser substituídos conforme necessidade ou estratégia. Permitido balanceamento dos pneus.

T5. MOTOR; Motor Falcon 50.000 rpm. Somente serão permitidos motores comprados na GT, e com o devido lacre de identificação.

Para os motores da categoria FK NINJA estão liberados os induzidos B52, Red Fox e Koford. Rolamentos liberados.

T6. PESO E MEDIDAS; O peso mínimo no ato da vistoria inicial será de 74g (FALCON) e 70g (FK NINJA), com tolerância de 0,3g para a vistoria ao final da corrida.

Não haverá vistoria da altura mínima do carro com relação a pista.

O comprimento do chassis é livre, desde que não altere as características técnicas, e não ultrapasse as dimensões da carroceria.

Bitola máxima de 82,6mm

REGULAMENTO DESPORTIVO :

D1. FORMA DE DISPUTA;  O campeonato será disputado em duas fases, sendo a primeira fase por pontos corridos onde os pilotos disputam 4 etapas, sem descarte, conforme calendário divulgado. Os 3 primeiros colocados ao final dessas 4 etapas estarão automaticamente classificados para a fase final.

A corrida final acontecerá num outro dia, normalmente na sequência do campeonato, conforme calendário divulgado, e será antecedida por uma ou mais baterias a qual chamaremos de REPESCAGEM.

No caso de terem até 7 pilotos na repescagem, essa será disputada numa única bateria aonde os 3 melhores colocados se classificam para a final.

No caso de terem de 8 a 14 pilotos na repescagem, essa será disputada em duas baterias no sistema ABBAAB, nesse caso, os primeiros colocados de cada bateria, e também o melhor segundo colocado, se classificam para a final.

No caso de terem de 15 a 21 pilotos na repescagem, essa será disputada em três baterias no sistema ABCCBA, nesse caso, os primeiros colocados de cada bateria se classificam para a final.

Acima de 21 pilotos a direção de prova decidirá sobre como conduzir a corrida, podendo ser reduzido tempo de corrida, entre outras coisas.

Qualquer piloto poderá participar da repescagem, porém, o critério de classificação para ir a final é ter participado de 2 das 4 etapas classificatórias. Caso o piloto não tenha participado das etapas classificatórias, chamaremos esse piloto de CONVIDADO, ele participará da repescagem, porém, mesmo que termine a corrida nas posições de classificação, ele não poderá participar da final. Nesse caso, classifica-se o próximo piloto na classificação da bateria.

Definidos os 6 pilotos classificados para a final, o diretor de provas colocará os nomes no sistema e ligará a pista por 10 minutos. Ao final desses 10 minutos os carros deverão estar vistoriados e prontos para a largada. No caso de haver atraso de algum piloto, iniciaremos o processo de largada e a corrida iniciará sem a presença do mesmo.

Os recolocadores para a bateria FINAL serão definidos pelo diretor de provas, normalmente utilizando os últimos colocados das baterias repescagem.

A corrida FINAL é uma corrida independente das fases classificatórias, portanto, o piloto que se classificou na repescagem, se preferir, poderá utilizar outro carro na final.

A ordem de largada para a final seguirá o seguinte critério :

– Fenda Laranja ; 1º colocado na fase classificatória

– Fenda Branca ; 2º colocado na fase classificatória

– Fenda Vermelha ; 3º colocado na fase classificatória

– Fenda Verde ; 1º melhor colocado (número de voltas) da repescagem

– Fenda Azul ; 2º melhor colocado (número de voltas) da repescagem

– Fenda Amarela ; 3º melhor colocado (número de voltas) da repescagem

O campeão do torneio será o vencedor da bateria FINAL, independente da sua colocação na fase classificatória.

 

D2. PONTUAÇÃO

Cada campeonato terá um critério de pontuação que será divulgada com antecedência.

No caso de pontuação valendo PESO 3, o critério será de 30 pontos para o primeiro colocado, 29 pontos para o segundo colocado, 28 pontos para o terceiro colocado, e assim sucessivamente. A partir do trigésimo colocado, todos recebem 1 ponto.

No caso de pontuação valendo PESO 2, o critério será de 20 pontos para o primeiro colocado, 19 pontos para o segundo colocado, 18 pontos para o terceiro colocado, e assim sucessivamente. A partir do vigésimo colocado, todos recebem 1 ponto.

No caso de pontuação valendo PESO 1, o critério será de 10 pontos para o primeiro colocado, 9 pontos para o segundo colocado, 8 pontos para o terceiro colocado, e assim sucessivamente. A partir do décimo colocado, todos recebem 1 ponto.

A partir de 2019 faremos um Ranking anual dos pilotos, onde serão contabilizados todos os campeonatos disputados com motores Falcon e FK NINJA.

A pontuação das 4 etapas classificatórias de cada campeonato será transferida para esse Ranking. A ideia é premiar e fazer uma corrida no final do ano com os 12 melhores classificados.

D2. DIAS E HORÁRIOS;  As etapas acontecerão normalmente às terças-feiras, quartas-feiras e sábados, conforme calendário divulgado.

As terças e quartas-feiras a loja estará aberta a partir das 16 horas, e o desligamento da pista será às 20:30 horas. Vistoria aberta às 20 horas.

Aos sábados  a loja estará aberta a partir das 10 horas, e o desligamento da pista será às 15 horas. Vistoria aberta às 14:30 horas.

O próprio piloto será o responsável pela vistoria do carro e deverá anotar as informações no formulário.

As fendas serão desligadas a medida que forem completando 200 voltas, ou conforme estipulado pelo diretor de provas.

Para a fase classificatória e repescagem a ordem da tomada de tempo será definida conforme a ordem de entrega dos carros para vistoria, ou 

seja, o primeiro piloto a entregar o carro para vistoria será o último a tomar tempo e assim sucessivamente.

D3. TOMADA DE TEMPO ; As baterias serão montadas na sequência do melhor para o pior tempo de volta.

A fenda para tomada de tempo será definida pelo diretor de provas a qualquer momento.

O tempo para tomada de tempo será de 15 segundos

As baterias serão montadas da seguinte forma :

1º Tempo – Fenda Laranja

2º Tempo – Fenda Branca

3º Tempo – Fenda Vermelha

4º Tempo – Fenda Verde

5º Tempo – Fenda Azul

6º Tempo – Fenda Amarela

7º Tempo – Deck

D4. TEMPO DE CORRIDA; Não haverá warm up antes das corridas. Os carros deverão ir para o grid diretamente após a tomada de tempo, sem nenhum tipo de manutenção. As baterias serão disputadas em 3 minutos por fenda, e 2 minutos de intervalo.

D5. VISTORIA (FINAL); Após a corrida serão vistoriados os três primeiros colocados da corrida, ou a critério da direção de provas.

Será conferido o peso, bitola, lacre dos pneus, lacre do chassi e motor.

No caso de peso abaixo do regulamento, bitola irregular, falta de lacre nos pneus, chassi ou motor, o piloto pode perder 3 posições no grid, podendo chegar até a desclassificação, por exemplo, no caso de ter utilizado motor sem o lacre da GT.

D6. BOX E MANUTENÇÕES; O serviço de Box durante o intervalo de troca de fendas está liberado.

Chassi e bolha não podem ser substituídos. Proibido a limpeza de tapes.

D7. PREMIAÇÃO; Os três primeiros colocados do campeonato receberão troféus ou medalhas.

D8. PUNIÇÕES; Segue relação com alguns dos atos mais comuns que encontramos nas corridas e que serão cabíveis de punição :

– Recusar-se a recolocar. Nesse caso, o piloto poderá ser suspenso da próxima etapa do campeonato.

– Não estar no seu ponto de recolocação, quando a pista for religada.

– Imprudência ou displicência ao recolocar, ou pilotar.

– Xingamentos

– Irregularidades com o carro.

As punições vão desde uma advertência verbal, perda de voltas, e por último a desclassificação.

novo-logo-gt
  • Av. do Anastácio, 487 - São Paulo - SP
  • 11 3644-3516
  • 11 9 7450-3706
  • facebook.com/alegt74
  • contato@gtautomodelismo.com.br

Para sugestões, críticas ou informações, utilize nosso canal pelo whatsapp.

Chat via WhatsApp