Regulamento GT Pró

| Quartas Feiras 20:30hs |

REGULAMENTO TÉCNICO

T1. CHASSIS; Estão homologados todos os chassis utilizados pela UPAF e LPA. O comprimento do chassis é livre, desde que não exceda os limites da carroceria. Não serão permitidas mudanças na estrutura do chassis, apenas ajustes e regulagens.
Observação : Chassi Delta 1 somente o com a lingueta reta. Chassi B52 somente o com a terceira vareta central.

T2. RELAÇÃO COROA E PINHÃO; Relação Pitch 64, sendo a coroa do modelo tradicional (Proslot ou similar), reta, facilmente encontradas nos balcões das lojas. Será permitido o balanceamento, através de pequenos furos na coroa. Não será permitido retificar a coroa e colá-la no eixo. O eixo será maciço de 3/32 ”. O pinhão permitido será do modelo ARP ou similar, sem nenhum tipo de retrabalho. Proibido rolamentos.

T3. BOLHA; A bolha homologada para o campeonato Fevereiro/Março é a BMW da TWP. O nome do piloto deverá estar escrito em lugar visível na bolha.

T4. PNEUS; O pneu homologado para esse campeonato é o ALPHA Wonder. Somente poderão ser utilizados pneus comprados e lacrados pela GT. Os pneus, desde que, lacrados, poderão ser substituídos conforme necessidade ou estratégia. Permitido balanceamento dos pneus.

T5. MOTOR; Motor constituído de set up FK 4002 da PROSLOT, com induzido B52. O motor poderá ser aberto para realização de retífica de coletor e balanceamento de induzido, além de gabaritar e alinhar casas de carvão e caixa. Permitido colar e soldar as buchas. 
Está liberado cortar a parte superior e inferior do motor, visando melhorar a ventilação e diminuir problemas de superaquecimento. Procure se informar na loja sobre aonde a caixa poderá ser cortada.
Proibido rolamentos.
Importante : Os induzidos deverão ser adquiridos na GT, com numeração de série.
O motor não poderá ser substituído durante a corrida.

T6. PESO E MEDIDAS; O peso mínimo no ato da vistoria inicial será de 71g, com tolerância de 0,3g para a vistoria ao final da corrida.
Como está liberada a substituição de pneus durante a troca de fendas, não haverá vistoria da altura mínima do carro com relação a pista.
O comprimento do chassis é livre, desde que não altere as características técnicas, e não ultrapasse as dimensões da carroceria.
Bitola máxima de 82,6mm

REGULAMENTO DESPORTIVO

D1. O CAMPEONATO; O campeonato será disputado em seis etapas, sendo uma dessas etapas, descarte.
A pontuação será de 20 pontos para o primeiro colocado, 19 pontos para o segundo colocado, 18 pontos para o terceiro colocado, e assim sucessivamente. A partir do vigésimo colocado, todos recebem 1 ponto.
A última etapa tem pontuação dobrada.
O vencedor da bateria B terá uma bonificação de 1 ponto no campeonato, já na bateria C o vencedor soma 2 pontos e o segundo colocado soma um ponto extra no campeonato.

D2. DIAS E HORÁRIOS; As etapas acontecerão às quartas-feiras, conforme calendário divulgado.
A loja estará aberta a partir das 17 horas, e o desligamento da pista para início das vistorias será às 20:30 horas.
As fendas serão desligadas a medida que forem completando 200 voltas. 

A partir das 20 horas todas as fendas ligadas. Nesse horário também estará aberta a vistoria.
A ordem da tomada de tempo será definida conforme a ordem de entrega dos carros para vistoria, ou seja, o primeiro piloto a entregar o carro para vistoria será o último a tomar tempo e assim sucessivamente.

D3. TOMADA DE TEMPO ; As baterias serão montadas na sequência do melhor para o pior tempo de volta.
A tomada de tempo seguirá a seguinte ordem :

1ª Etapa – Fenda Vermelha
2ª Etapa – Fenda Branca
3ª Etapa – Fenda Verde
4ª Etapa – Fenda Laranja
5ª Etapa – Fenda azul
6ª Etapa – Fenda Amarela
O tempo para tomada de tempo será de 15 segundos 
As baterias serão montadas da seguinte forma :
1º Tempo – Fenda Laranja
2º Tempo – Fenda Branca
3º Tempo – Fenda Vermelha
4º Tempo – Fenda Verde
5º Tempo – Fenda Azul
6º Tempo – Fenda Amarela
7º Tempo – Deck

D4. TEMPO DE CORRIDA; Não haverá warm up antes das corridas. Os carros deverão ir para o grid diretamente após a tomada de tempo, sem nenhum tipo de manutenção. As baterias serão disputadas em 3 minutos por fenda, e 2 minutos de intervalo.

D5. VISTORIA (FINAL); Após a corrida serão vistoriados os três primeiros colocados da corrida, além do vencedor da bateria B, e também o primeiro e segundo colocado da bateria C.
Será conferido o peso, bitola, lacre dos pneus, induzido, lacre do chassi e motor.
No caso de peso abaixo do regulamento, bitola irregular, falta de lacre nos pneus, chassi ou motor, o piloto perde 3 posições no grid.
Qualquer piloto participante da corrida poderá solicitar a direção de provas a abertura de motor para averiguação, para isso, deverá pagar uma taxa de R$100,00, caso seja encontrado alguma irregularidade o valor será devolvido ao reclamante, caso contrário, esse valor será repassado ao piloto que teve seu motor aberto.
Esse procedimento também poderá partir da direção de provas, porém, sem custos a organização (Loja). Nesse caso, a loja GT se responsabiliza pela remontagem do motor, incluindo todo o serviço de revisão de motor, sem qualquer custo repassado ao piloto.

D6. BOX E MANUTENÇÕES; O serviço de Box durante o intervalo de troca de fendas está liberado.
Chassi, motor e bolha não podem ser substituídos.

D7. PREMIAÇÃO; Os três primeiros colocados do campeonato receberão troféus ou medalhas.

D8. PUNIÇÕES; Segue relação com alguns dos atos mais comuns que encontramos nas corridas e que serão cabíveis de punição :
– Recusar-se a recolocar
– Não estar no seu ponto de recolocação, quando a pista for religada
– Imprudência ou displicência ao recolocar, ou pilotar.
– Xingamentos
– Irregularidades com o carro.
As punições vão desde uma advertência verbal, perda de voltas, e por último a desclassificação.

novo-logo-gt
  • Av. do Anastácio, 487 - São Paulo - SP
  • 11 3644-3516
  • 11 9 7450-3706
  • facebook.com/alegt74
  • contato@gtautomodelismo.com.br

Para sugestões, críticas ou informações, utilize nosso canal pelo whatsapp.

Chat via WhatsApp